Black Bull – De Costa a Costa

Black Bull

Black Bull

Nessa terça (02/05) aconteceu o lançamento do documentário sobre a 5ª e última participação do brasileiro Claudio Clarindo na Race Across America, em 2015. Como anunciamos na página do RadioCorsa do Facebook, o filme “Black Bull de Costa a Costa” teve exibição gratuita na CineSala, em São Paulo, e eu fui lá assistir com a companhia do Leandro Bittar. Continue reading

Studio 220

Pra quem acompanha nossa pagina no facebook, recentemente tivemos a oportunidade de participar de um evento com Jens Voigt no Studio 220 em São Paulo.

Alem da ansia de conhecer essa grandissima lenda alemã fui ao local com uma duvida, que coisa é essa de Studio 220?

No evento conversei com o pessoal que me apresentou a proposta. A idéia é a de usar toda tecnologia hoje disponivel para auxiliar o ciclista a melhorar seu rendimento. É uma especie de academia especializada com exercicios funcionais e sessões de ciclismo indoor.

O diferencial deles é que o ciclismo não é praticado naquelas bicicletas ergometricas que vemos em academias. O Studio possui equipamentos especificos que dão total liberdade para que o aluno recrie o bike fit da bike que usa em seus treinos “outdoor”. A grande diferença para uma aula comum de spinning e do Studio 220 é que a bike “controla o treino” do ciclista. Todos aparelhos são ligados a um computador com telão que define a intensidade do pedal em tempo real.

Até ai nada de novo, mas agora que vem o pulo do gato. Todos podem treinar juntos, mas o treino é personalizado a cada aluno, baseado em informalões como seu peso, peso do seu equipamento, Limiar Funcional de Potencia, o FTP, que é um valor muito prezado hoje no treinamento das equipes World Tour.

Nesse esquema por mais que eu siga o treino do resto da turma, ele ainda é feito para mim. Voce pode até pedir para que simulem um percurso com variação de altimetria e pedalar, inclusive treinando suas mudança de marcha e pedalada já que todos os aparelhos são equipados de Shimano 105 e pedais Shimano SPD.

Me convidaram a participar de alguns treinos. Desde 2014 não encosto em uma bike achei que seria interessante fazer esse exercicio a partir do zero e topei a experiencia. Toda minha tralha de ciclismo ficou na casa dos meus pais. Providenciei um par de sapatilhas, uma bermuda e dei a cara a tapa(Sim com uma camiseta de pijama)

Cadastraram meus dados e me designaram em uma das bikes, os outros alunos foram chegando e começamos o treino. O FTP dos alunos era variadissimo entre 120 e 250… soltamos o aquecimento do treino. Enquanto voce pedala assiste no telão alguma prova de ciclismo, mas tambem ve a potencia, velocidade, cadencia e a porcentagem do FTP atingido por cada um da turma.

No fim do aquecimento veio um susto, nó cego como sou achei que poderia fazer uma cara feia e fingir pra todo mundo que estava fazendo muita força mas assim que veio meu aviso sonoro a bike ficou mais dificil de pedalar e a barra de esforço que estava verde já passou para vermelho para todos da turma verem minha malandragem. Bom, já que eu já tinha ajoelhado de lycra, me sobrou rezar a padroeira dos ciclistas Nossa Senhora de Ghisallo.

Forcei meu ritmo mas ao contrario do que eu imaginava, não sofri. Como o treino foi montado baseado no esforço em que poderia fazer os unicos problemas que tive foram dores nas costas e no quadril devido a falta de costume de pedalar, a parte de esforço aerobico e pernas tive que fazer esforço por toda 1h de treino, mas não sofri mais do que eu devia.

Todas as aulas são feitas com instrutores com background no ciclismo profissional brasileiro e é bem diferente daquele spinning da academia onde o caboclo sobe numa bike lá na frente e fica gritando num microfone “VAMOS MOÇADA! PEGADA 3! FORÇA TUDO!!!! AGORA FORÇA MAAAAIS! VAMOOO!”. Os intrutores estão focados 100% em monitorar e prestar auxilio aos alunos, checar se o treino não esta muito leve ou muito pesado PARA VOCE, dar dicas de pedalada, postura e afins.

Depois de uma hora pedalando parado sem sair do lugar encarando um monte de numeros e graficos numa tela posso dizer que sai com a mesma sensação de quando fazia um treino na estrada.

Alem de oferecer toda essa experiencia de treino, o Studio 220 é climatizado, oferece emprestimo de sapatilhas a alunos, toalhas durante os treinos e vestiario para ninguem ter desculpa que não tem tempo de tomar ir pra casa tomar banho  a tempo de chegar ao trabalho.

Pra quem tiver interesse em conhecer e tentar o método deles, é só procurar em São Paulo na Rua Alceu de Campos Rodrigues, 341 – Vila Nova Conceição ou em www.studio220.com.br

Conheça o trabalho de Jason Smith de Friction Facts

Primeiro de tudo gente, não se esqueçam do post recem postado, se puderem nos ajudar seriamos felizes

 

Agora ao que eu ia escrever, uns tempos atras eu estava saracutiando pela internet e encontrei o site desse homem de Boulder, CO (provavelmente um dos lugares dos EUA com mais ciclistas, e até quem sabe, atletas amadores, numa região onde varias equipes ciclisticas americanas se baseiam inclusive) chamado Jason Smith e fiquei impressionado com seu trabalho, mas o que é que ele

Teste de corrente

faz demais?

Esse homem é um ex-competidor do XTERRA que assim como muitos ciclistas é paranoico com as vantagens que um novo equipamento pode lhe conceder, então dotado de 50 mil dolares do próprio bolso e um porão, montou seu proprio centro de testes para conjuntos de transmissão de bicicleta e então criou o site friction-facts.com.

Por anos o que temos no mercado são somente materiais comerciais “ceramica é melhor”, “o nosso é melhor”, “compre o novo Twin Reduction Drag Ultra Carbon System(tm)” e ninguem nunca disse quanto era melhor, mas agora graças a Jason finalmente temos acesso a essa informação livre dos departamentos de marketing dos fabricantes.

Em seus estudos fez algumas descobertas interessantes, como:

  • Variação de 3 Watts entre 2 marcas conhecidas de correntes
  • Economia de 1,5 Watt somente com a troca das catraquinhas do cambio traseiro
  • Diferença de 1 Watt entre 2 tipos de pedal
  • Uma gama de variação de 10 Watts entre diversas marcas de lubrificantes

Os testes são feitos com uma carga de 250W, o que seria um valor razoavel para um atleta amador ou um ciclista profissional protegido no pelotão, considerando que os grandes escaladores como Armstrong, Cunego, Basso tem em seus bons dias nos alpes algo como cerca de 750W. E tambem vale lembrar que quanto maior a potencia aplicada, maior sera o ganho, principios basicos de atrito que eu não vou me alongar explicando aqui (mesmo porque não sou professor nem qualificado pra isso =D, deixo essa parte pro Bruno e pro Cristiano). Outro estudo interessante e recente de Smith compara sistemas de transmissão de corrente(sem marchas) e de correias dentadas(sistema cada vez mais comum para bicicletas de uso urbano devido a baixa manutenção e por alguns ciclistas amadores) que pode ser visto com mais detalhes aqui mas no resumo da opera provou que mesmo requerendo muito menos manutenção, o sistema de correias perde 1W a mais do que o sistema de corrente, o que equivale a cerca de 34,6%

No site Friction Facts, Smith disponibiliza gratuitamente alguns relatorios dos seus testes, e vende relatorios mais completos, comparando marcas e modelos de produtos em si por valores entre 5 e 10 dolares, o que é uma bagatela perto do dinheiro e tempo gasto para fazer um teste desse. E agora para o pessoal sedento por performance ele tambem tem um super produto, por US$89,00 (US$20,00 a mais do que o produto original), uma corrente Dura-Ace (a com melhor resultado em seus testes) com um tratamento especial de limpeza e lubrificação que de acordo com o site da um ganho de 10W em relação a corrente original. O mesmo tratamento pode ser aplicado a uma corrente de qualquer marca que já seja sua por US$39,00.

Num mundo onde os fabricantes de qualquer produto cada vez mais negam informação ao consumidor, tratando-o realmente como alguem que não é digno de conhecer os produtos, o serviço do Friction Facts é absurdamente interessante portanto deveriamos é adquirir seus produtos para que novos estudos possam ser custeados.

Radio Corsa #19

Problemas de agenda pra todo mundo de novo. Programa gravado 07/09

 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Download

Radio Corsa #17

Radio Corsa parece estar de volta, firme e forte, vamos ver até quando dura 😛 nesta edição

Nesta edição Cristiano da Rocha, Rafael Martino e o Danilo Ricco (Muito melhor que o Igor) comentam a primeira semana do Tour de France

 

P.S. Só uma pequena correção. Durante o programa foi comentado que o tombo do Joseba Beloki teria sido em Luz Ardiden, mas foi na verdade chegando a Gap, por onde o Tour deste ano também passará.

 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Download

Radio Corsa #16

Radio Corsa especial tour de france, comentando primeira etapa o que la indica o que ela pode mudar. Talvez haja alguma errata a ser feita depois.

Não houve tempo de editar tambem. o Rafael acabou de gravar e correu para trabalhar.

 

 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Download

Radio Corsa #15

O programa esta voltando, vários problemas, pessoais e técnicos como perder todos os arquivos em 2 HDs queimados, o servidor estava ruim, mas com o tempo vamos acertando.

 

“Desculpem o transtorno, estamos reformando para melhor atende-los”

 

Neste programa uma “rápida revisão do começo da temporada”.

 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Download

Radio Corsa #14

O programa esta voltando, vários problemas, pessoais e técnicos como perder todos os arquivos em 2 HDs queimados, o servidor estava ruim, mas com o tempo vamos acertando.

 

“Desculpem o transtorno, estamos reformando para melhor atende-los”

 

Neste programa uma “rápida revisão do começo da temporada”.

 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Download

Radio Corsa #13

Olá pessoas, finalmente mais um programa, Cristiano da Rocha e Rafael Martino conseguiram finalmente sicronizar suas agendas. E como todo mundo sabe, o Pro Tour adora sacanear o Rafael Martino, logo depois da gravação saiu uma noticia que haviamos somente especulado, Thor Hushovd irá sim para Garmin-Cervelo.

E pra comemorar, programa com errata. Vejam no fim do post

Versão alta qualidade(64kbps):

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


12,6Mb | 31min00s
Download